Foi inaugurado o primeiro vôo Aruba – Manaus

cadeira do aviao da insel air do voo inaugural

Ontem finalmente saiu o tão esperado primeiro vôo direto entre Aruba e o Brasil, com o vôo inaugural Aruba-Manaus. Quem acompanha o blog sabe que essa história de um vôo direto entre o Brasil e Aruba é antiga. Chegou inclusive a ser anunciado o vôo entre Aruba e São Paulo, mas no final nunca se concretizou por diversos motivos. Mas dessa vez não só vai como já foi. O vôo está operativo e já se pode fazer reservas por agências de viagem e pela internet.

O avião usado é um Fokker 70 e o vôo sai às quartas e domingos, com duração de pouco menos de 3h. Ele sai de Aruba às 10h e chega em Manaus às 13h, porque Aruba e Manaus estão no mesmo fuso horário. E ele sai de Manaus às 15h e chega às 18h em Aruba.

Essa rota traz três vantagens e a principal é o preço: ele custa R$ 640,00 com todas as taxas incluídas. Eu fiz umas simulações para ver quanto custa chegar a alguns destinos do Brasil e deu para ter uma boa ideia. Considerando uma pessoa vindo de São Paulo para Manaus e pegar o avião no dia 8 de março e voltando dia 15 (domingo a domingo), o preço saiu R$ 874,10 com o vôo direto da TAM (SAO-MAO) e R$ 886,40 com a Gol, que teria uma escala na vinda. Isso daria um total de R$1.514,00 para o primeiro vôo e R$1.526,40 com o segundo.

Se eu simulo as mesmas datas para a minha terrinha Campo Grande, eu consigo um vôo da Gol ida e volta Campo Grande – Manaus por R$934,32, totalizando R$1.574,32 com o vôo da Insel Air, enquanto que com a TAM dá para conseguir por R$740,32, o que daria um preço total de R$1.380,32. Considerando que atualmente eu sou obrigada a pagar uma passagem para Aruba-São Paulo e outra para o trecho São Paulo – Campo Grande, vale muito a pena. Então é uma boa opção para quem vem de diferentes partes do Brasil, já que nesse caso não necessariamente é preciso ir até lá.

A segunda grande vantagem desse vôo é que como a Insel Air voa para Curaçao e Bonaire, essa pode ser uma boa opção para passageiros que não estejam vindo para Aruba, mas que estão procurando um meio mais rápido de chegar a estes destinos. Se vocês quiserem saber como vai funcionar a conexão, leiam aqui. A intenção em breve é criar uma conexão para Miami também, onde a Insel Air já opera regularmente.

E a terceira vantagem que eu vejo é ter uma desculpa para conhecer Manaus e a Amazônia. Eu sou dessas brasileiras que conhece muito mais destinos fora que dentro no Brasil e já estou pensando e uma desculpinha para ficar uns dias por lá. :)

Eu não estava no vôo, mas meu amigo e cônsul honorário do Brasil em Aruba, Carlos André Augusto estava e me mandou essas fotos de dentro do avião. Por aí já dá para ter uma ideia da configuração das cadeiras e da pinta que tem a aeronave.

consul dentro do avião

Selfie do vôo inaugural

E aí, quem se animou a vir com esses preços?

 

Vôo direto de Aruba para o Brasil a partir de 14/dez

Extra! Extra! Ontem à noite, durante uma recepção na FIESP, o príncipe Willem Alexander anunciou que a partir de 14 de dezembro haverão vôos diretos entre o Brasil e Aruba. Na presença do ministro presidente de Aruba, Mike Eman, e de uma platéia de empresários, ele anunciou que o vôo vai ser operado pela nova companhia aérea Aruba Airlines e o avião Airbus 320, que vai ser usado, chega hoje de manhã em Aruba!

Quem acompanha o meu blog sabe que a luta por vôos diretos entre o Brasil e Aruba é antiga. No ano passado, o ministro de turismo de Aruba anunciou e eu publiquei aqui, que ele tinha feito um acordo com a Gol e com a Avianca para que eles disponibilizassem um vôo direto por semana de Guarulhos para Aruba. Aparentemente, as duas companhias tinham concordado, mas depois elas deram para trás.

Agora, esperamos que tudo dê certo. A Aruba Airlines é uma companhia nova, que ainda não começou a operar. Apesar de ser privada, está recebendo bastante investimento do governo, com o compromisso de operar linhas diretas que não existem atualmente. A idéia é começar com esse vôo para São Paulo. Pouco tempo atrás, eles também anunciaram que pretendem fazer um vôo direto para Boston.

Quanto às passagens, pelo o que eu vi, ainda não estão sendo vendidas. Eu fui ao site deles e lá ainda não rem uma parte de compra de passagens. Eu assinei a newsletter e assim que houver alguma atualização, eu publico.

O príncipe Willem Alexander está no Brasil com uma grande comitiva de políticos e empresários com o objetivo de fazer acordos comerciais e de cooperação entre a Holanda, Aruba e o Brasil. Curiosamente, a notícia do vôo direto não apareceu em nenhum lugar da imprensa brasileira, mas quem quiser ver a notícia em papiamento, pode ler no jornal Diario ou no 24ora, onde vocês podem ver fotos dos impagáveis passistas arubianos que deram um show ontem para a comitiva. 😉

Atualização: agora já saiu a notícia no Brasil e com ela a explicação do porquê das passagens ainda não estarem sendo vendidas: a princípio, eles só vão operar vôos charter. Somente a partir de fevereiro, vão oferecer vôos regulares.

2a atualização (11/dez): o site já funciona para reserva de viagens. O vôo é semanal e o trecho Aruba-São Paulo sempre é às 6as feiras, com saída de Aruba às 19:30h (20:30h horário de Brasília) e chegada em Guarulhos às 3:55h, enquanto o trecho São Paulo – Aruba é sempre aos sábados, com saída às 5:15h e chegada em Aruba às 9:40h (10:40h no horário de Brasília).

Eu andei dando uma sapeada no site e percebi duas coisas: aparentemente só existe uma classe de tarifa, sendo que o preço total para uma pessoa na classe turística fica por U$ 830,25 e na classe executiva sai por U$ 1.530,15. A segunda coisa é que o site aceita compra de passagem para dezembro, janeiro e fevereiro, mas os vôos a partir de março ainda não estão disponíveis.

Eu achei que tanto a faixa de preços quanto os horários são bons. Considerando que o vôo tem uma duração média (6h e 25 min.) fica praticamente impossível ter um vôo que dure a noite inteira mesmo e o aspecto prático de quem vem de férias também conta. Apesar de ter que estar no aeroporto de madrugada, pelo menos o turista vai aproveitar  um dia inteiro de praia. E na volta para o Brasil, ainda dá para aproveitar, pelo menos, a manhã inteira. Para mim, pessoalmente chegar em GRU de madrugada é ótimo, porque eu consigo pegar o primeiro vôo para Campo Grande, enquanto se eu viajo com a Gol, obrigatoriamente tenho que esperar cinco horas e meia porque o vôo chega muito em cima da hora para o primeiro. E acho que isso vale para muita gente que precisa pegar conexão.

Atualização de maio de 2015: essa rota ainda não está operativa, o que sim está funcionando é o vôo direto Manaus – Aruba pela Insel Air.

TACA vai criar uma nova rota Brasil – Aruba

Foto: oveetech.com

A TACA (Transportes Aéreos Centroamericanos) anunciou hoje que vai começar a voar para o Brasil a partir de Bogotá. Serão quatro vôos semanais saindo de Brasília a partir do próximo dia 2 de junho e a conexão para Aruba será feita com os vôos da Avianca. O avião a ser usado será um Airbus 319 com capacidade para 120 passageiros. A operação conjunta TACA-Avianca visa suprir o grande aumento de turistas brasileiros que tem vindo a Aruba.

Adorei saber que mais uma companhia aérea vai fazer essa rota porque atualmente a conexão com o Brasil está tão saturada que os vôos lotam com meses de antecedência, o que deixa a minha vida de expatriada muito difícil.

Companhias aéreas que voam para Aruba

Existem quatro companhias aéreas que voam do Brasil para Aruba: Avianca, Copa AirlinesGol e Taca, que opera conjuntamente com a Avianca. Eu só usei duas até hoje: a Avianca e a finada Varig, cuja rota foi reestabelecida pela Gol.

Tenho uma boa experiência com a Avianca. Pontos positivos: eles são organizados, as poltronas têm tela individual com filmes até legaizinhos, a conexão em Bogotá é razoavelmente rápida (umas 2:30hr) e tem internet grátis no aeroporto. Para mim o grande ponto negativo é a comida. O lanche (que deveria valer por um jantar, já que é a única comida que você vai receber até quase uma da madrugada) do trecho AUA-BOG na última vez esteve abaixo do comestível: era um pão com presunto e queijo seco, sem manteiga ou maionese ou qualquer creme, o que o tornava impossível de engolir. Tanto eu quanto minha minha filha desistimos de comer. Ao descer em Bogotá,  fomos correndo procurar algo para matar a fome. A comida do trecho BOG-GRU não é muito melhor e por isso eu recomendo levar algum lanche na bagagem de mão, principalmente para quem viaja com crianças.

A Copa eu nunca usei e o principal motivo são os horários ridículos. Na ida ao Brasil, o vôo chega a Guarulhos uma hora da madrugada. O que torna impossível tomar outro avião, para aqueles que não vão ficar em São Paulo, como eu. E o trecho de vinda do Brasil tem uma parada no Panamá que te obriga a pernoitar, porque o vôo que vem à Aruba só sai no dia seguinte. Mas essa é minha opinião. Já conheci brasileiros que vieram para Aruba com a Copa especialmente por causa do pernoite, porque, aparentemente o aeroporto do Panamá é bom para compras, assim que tem gosto para tudo.

Eu vou experimentar voar com a Gol em julho e de momento, já tenho uma péssima experiência. Isso porque essa companhia aérea que faz vôos internacionais não aceita cartões de crédito emitidos no exterior! Tentei de tudo para comprar a passagem, fiquei dias entrando no site, que supostamente aceita Visa, Mastercard, Amex e UATP (?!). Então liguei para o tal número de vendas que eles poem no site. Só que esse número é uma farsa, é só para inglês ver, literalmente. Devo ter ligado mais de 100 vezes. Funciona assim: eles pedem para você escolher ser atendido em inglês ou espanhol. Você escolhe uma opção, daí tem outra opção para escolher e daí você espera alguns minutos até a ligação cair. Com um detalhe: a voz que supostamente te fala em espanhol deve ter aprendido o idioma com aquele cara da “la garantía soy yo”. O espanhol não só é ruim, é totalmente incompreensível por alguém que não fala português. Para exemplificar: ao dar as opções, eles dizem: DISQUE UN. Vamos pela parte menos ruim: não deveria ser un, mas uno. Porque em espanhol, un só vem antes de um substantivo ou adjetivo, como un gato ou un buen día. Mas o número sempre vai ser número uno e nunca número un. Agora vamos à pior parte: disque?! Fala sério, nem um português seria capaz de entender esse verbo, expressão, gíria ou coisa que o valha, porque isso só existe no Brasil! O certo em espanhol seria dizer: marque uno ou pulse uno. Acho que a Gol poderia ter sido menos mão de vaca e pagado alguém que sabe espanhol para fazer o roteiro da gravação. Isso é só outro sinal da total falta de cuidado com os clientes estrangeiros.

Finalmente, pedi para a minha irmã ligar para o SAC deles e ao final eles disseram que o único cartão de crédito internacional que eles aceitam é American Express. Cuma? Fala sério, eu acho que não conheço nenhuma pessoa que tenha Amex. Ou seja, a Gol está voando para o exterior só para levar brasileiros para fora, sem nenhum interesse em levar estrangeiros para conhecer o Brasil. Ao final minha irmã teve que comprar a passagem para mim. Um turista comum poderia fazer isso? Claro que não! E um turista estrangeiro que quiser comprar passagens para viajar dentro do Brasil, como faz? Não faz né? Escolhe um lugar mais fácil de se viajar.

E é por isso que Aruba, essa ilha de 33 km de extensão por 9 km de largura, recebe mais turistas por ano que o Brasil, que é o quinto maior país do mundo. Pela total falta de interesse não só de todos os governo que já estiveram no poder, mas em grande parte das empresas brasileiras, como a Gol.

Não é de se estranhar que um ano atrás, o Estadão tenha publicado uma reportagem dizendo que como os brasileiros estão viajando para fora mais do que nunca e os estrangeiros estão viajando cada vez menos para o Brasil, o déficit da balança comercial era de um bilhão de dólares!

Atualização: depois de escrever este post, eu fui para o Brasil com a Gol, então deixe-me contar. Eu fui e voltei de classe comfort e acho que vale a pena pagar mais. Você ganha 10cm de espaço entre a poltrona da frente e as suas pernas e a poltrona do meio fica vazia. No meu caso, eu comprei uma poltrona para mim e uma para a filhota, então com a poltrona do meio vazia, ela pode deitar e viajar como se tivesse dormindo numa cama, ficou bem confortável. Além disso, você ganha um dvd portátil com alguns filmes e programas. No trecho AUA-GRU, como era de noite, nem usamos. Mas no trecho GRU-AUA, com o vôo de dia, foi legal, embora a seleção disponível seja pequena, comparado com a Avianca. Agora, se você for viajar na classe turista mesmo, boa sorte. Os seus joelhos ficam grudados na poltrona da frente, não tem nenhum tipo de entretenimento gratuito. Então, se a opção for entre viajar com a Avianca de classe econômica ou viajar com a Gol de classe econômica, escolha a Avianca sem dúvida. A classe econômica da Avianca tem um bom espaço para as pernas e as poltronas são mais cômodas. Além disso, a Avianca tem um bom sistema de entretenimento gratuito para todos, o que faz muita diferença num trecho tão longo. Se a dúvida for entre Gol comfort e Avianca econômica, eu prefiro a Gol pelo detalhe da poltrona do meio, que ajuda um montão ao se viajar com crianças. :)