Aruba e o reino holandês

mapa do caribe holandês

A Holanda colonizou seis ilhas no Caribe. Essas ilhas antigamente chamavam-se Antilhas Holandesas (os portugueses dizem Caraíbas) e a capital era a cidade de Willenstad, em Curaçao. Todos os habitantes dessas ilhas são holandeses, não existe uma nacionalidade ou um passaporte arubiano, por exemplo. Eles são holandeses e podem morar em qualquer país da União Européia.

As ilhas do caribe holandês são divididas em dois grupos, tanto geograficamente quanto culturalmente. As três ilhas do norte são pequenas ilhas vulcânicas e falam inglês. Sint Maarten é uma ilha dividida entre território holandês (a parte sul da ilha) e território francês, a parte norte da ilha que se chama Saint Martin.

As três ilhas do sul são as chamadas ilhas ABC: Aruba, Bonaire e Curaçao. Elas estão situadas ao longo da costa venezuelana (já houve época em que a Venezuela reclamou posse das ilhas) e compartilham o mesmo idioma: papiamento.

Aruba fez parte das Antilhas Holandesas até 1986, quando uma luta política de mais de cinquenta anos foi compensada com um status apart dentro do Reino Holandês. Isso significa que Aruba tem seu próprio governo e decide como usar o dinheiro dos seus impostos, mas continua fazendo parte do reino holandês. As outras ilhas continuaram a fazer parte das Antilhas até janeiro deste ano, quando as Antilhas Holandesas foram dissolvidas. Agora, Curaçao e Sint Maarten também tem um governo autônomo, enquanto Bonaire, Saba e São Eustáquio passaram a ser municípios da Holanda.

Atualmente, existe um movimento separatista grande em Curaçao. Esse  movimento apóia que Curaçao seja um país à parte e desvincule da Holanda totalmente. De momento, não existe nada parecido em Aruba, embora exista um partido político com posições bem “anti-Holanda”. Eu acho uma bobagem abrir mão da nacionalidade holandesa e de todas as vantagens do sistema de educação com seu sistema de bolsas de estudo para todos os jovens que continuam os seus estudos depois do ensino médio. Mas caso isso aconteça algum dia, nós já temos o nosso plano de escape: ou nos mudaríamos para a Espanha de volta e eu passaria a minha nacionalidade espanhola para a minha filha e meu marido ou eu passaria a nacionalidade só para ela poder ir estudar na Europa. 😉

12 ideias sobre “Aruba e o reino holandês

  1. Pingback: Greve de fome: autonomia vs neocolonialismoGuia de Aruba

  2. Pingback: Feriados de 2015 e melhor época para viajar para ArubaGuia de Aruba

  3. Pingback: Greve de fome: autonomia vs neocolonialismoGuia de Aruba

  4. Pingback: Guia de Aruba: Papiamento

  5. Pingback: O olho do furacão - Aqui em Aruba

  6. Pingback: A casa de luz de Seroe Preto | Aqui em ArubaAqui em Aruba

  7. Pingback: Os ritmos do carnaval | Aqui em ArubaAqui em Aruba

  8. Pingback: 18 de março - dia do hino e bandeira | Aqui em ArubaAqui em Aruba

  9. Oi Bel. ,! Adorei seu blog . Muuuito bom, me deu ótimas dicas . Estarei por aí , em setembro 13 , com minha esposa e 1 casal de amigos. Sou do Rio de Janeiro e eles de Santos. Gostaríamos muito de conhece-los !!!! Parabéns por seus posts , são excelentes e me fizeram sonhar ainda mais com a minha viagem .
    Meu e- mail : luige-guerin@hotmail.com
    Abcs e ate já !!
    Luis Alberto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *