Onde comer em Aruba

A variedade de lugares onde comer em Aruba é tão grande que eu demorei muito para fazer esse post e agora, depois de 5 anos eu já foi preciso reformulá-lo porque foram muitos os lugares visitados e uns lugares abriram e outros fecharam. Então, sem ter intenção de ser a maior autoridade no assunto, eu resolvi por os lugares que nós aqui em casa visitamos e que eu acho que valem a pena entrar numa lista.

 Café da manhã

Jack’s Cafe – esse é um restaurante bem informal que está dentro do supermercado Super Food, em Eagle Beach. Ele abre para todas as refeições, mas o que gostamos mesmo de comer lá é o café-da-manhã: super farto, com opções para todos os gostos e com preço justo. Você entra no final da fila e pega uma bandeja, daí você passa por uma seção de recheios, sim só recheios. Você então escolhe o recheio e o tipo de pão. Exemplo de recheios: brie com tomate fresco e molho pesto, patê de atum com salada, queijo, presunto e salada, salmão defumado e salada. Se você não gostou das opções, siga em frente. A seguir tem opções de sucos e chás gelados. Se você ainda não quer nada, siga em frente, existem opções de salgadinhos, como croquete, pastechi (o pastel de Aruba), ovos mexidos, bacon, linguiça frita, entre outros. Se você não quiser nada disso porque gosta de café da manhã simples, você pode pedir, por exemplo, mixto quente, só que aqui o nome dele é tosti ham and cheese. Se você só quiser um pão com manteiga, peça o tipo de pão que quiser, que a manteiga está exposta do lado do caixa, à vontade, sem precisar pagar. Ao lado da caixa também está a máquina de café expresso.

jacks cafe

The Dutch Pancake House – restaurante especializado em panquecas holandesas que fica no Renaissance Market Place, em Oranjestad. A panqueca holandesa tem uma massa bem parecida com a nossa, só que em vez de fazer enroladinhas, elas são apresentadas abertas, como uma pizza. A maneira mais tradicional para um holandês comer é com açúcar de confeiteiro e mel, mas como eu não gosto muito de doce, eu normalmente como alguma combinação de presunto, queijo e cogumelo. De todos os modos, existem mais de setenta opções de panquecas doces e salgadas para todos os gostos e se você quiser seguir a tradição holandesa, coma panqueca no café-da-manhã. 😉

Laguna – restaurante dentro do Hilton, em Palm Beach. Fiz uma resenha completa do café-da-manhã do Laguna nesse post aqui.

Almoço

Aquarius – restaurante dentro do prédio do hotel Renaissance, em Oranjestad. Gostamos do Aquarius porque é um buffet de qualidade que além da variedade de saladas e pratos quentes, também tem pratos preparados na hora. Na hora do almoço são opções de macarrão e de noite, preparam peixes e frutos do mar grelhados. Existe da opção de pagar só o bufê de saladas e sopa ou o bufê completo.

aquarius bufê de saladas

Cocoplum – praticamente a única oportunidade para se comer como um arubiano é se você estiver fazendo compras na Mainstreet. Lá tem um restaurante simples de comida caseira que eu adoro. Ele fica em frente ao Burguer King e na hora do almoço tem specials of the day – pratos do dia – por $10, algo impossível de encontrar em qualquer zona turística da ilha. Aqui está um exemplo dos pratos do dia da última vez que fui almoçar lá: filé de peixe, filé de salmão, nasi goreng (versão indonésia do yakimeshi), bami goreng (versão indonésia do yakisoba), macarrão com molho alfredo e frango ou camarão, macarrão com frutos do mar e sopa de carne ou frango.

menu do cocoplum

The Kitchen – um dos únicos restaurantes por quilo de Aruba, fica atrás do supermercado Certified, em Eagle Beach. Também com um bom surtido de saladas e pratos quentes, conta com carnes grelhadas e, uma raridade em Aruba, feijão. O preço do quilo é $20.

J.H.Yee’s – restaurante de comida oriental de qualidade e bom atendimento em Palm Beach, no shopping South Beach Center. Para quem não está muito a fim de gastar no almoço, pode pedir um menu de 5 pratos que sai por menos de $30. Eles também têm mesa de teppanyaki, mas precisa reservar com boa antecedência.

Zeerover – parada obrigatória para quem estiver voltando de Baby Beach, fiz um post aqui.

Jantar

Driftwood – é um restaurante de peixes e frutos do mar cujo proprietário é pescador. O resultado: não só você vai comer comida de qualidade, como vai ter a garantia de que o peixe é o mais fresco possível. Inclusive tem uma possibilidade que nunca fizemos, mas eu sei que contatando o restaurante, é possível agendar um passeio de pesca junto com o dono, daí você sai para pescar de manhã, e de noite vai ao restaurante comer o peixe que você pescou preparado pelo chef. O restaurante fica em Oranjestad, na rua detrás da Mainstreet, é meio escondidinho, eu recomendo olhar no GPS antes de ir.

El Gaucho– o meu restaurante favorito de carnes é esse argentino. Empanadas, chimichurri, doce de leite, fica difícil escolher o que eu gosto mais. Só tenha em mente uma coisa: você sai de lá direto para cama porque a quantidade de comida derruba até os mais fortes. Também fica no centro, Oranjestad, na rua Wilhelminastraat.

Matthew’s – restaurante informal, para quem estiver procurando um jantar escutando o barulhinho do mar. Super recomendado para quem tem filhos, não só por terem joguinhos e canetinhas para colorir, mas porque dá para a criança ficar brincando na areia, bem do lado da mesa dos pais. Gostamos de comer costelinha de porco, spare ribs, super bem feita. Para nós brasileiros, eu recomendo pedir molho à parte. Eu sou do tipo que não gosta de nada adocicado e quem já comeu spare ribs fora do Brasil sabe que eles adoram um pouco de açúcar nas carnes. Lá no Matthew’s existe a opção de pedir o molho à parte, então para o meu gosto fica perfeita, assada só com temperos salgados.

matthew's Aruba

Também recomendo e avaliei:

Blossoms

Taste of Belgium

Gostoso

Cuba’s Cookin’

Alguém querendo recomendar algum restaurante? Diga nos comentários qual você visitou e gostou.

*Atualizado em junho de 2017

39 ideias sobre “Onde comer em Aruba

  1. Pingback: Restaurante cubano em Aruba: Cuba's Cookin' - Guia de ArubaGuia de Aruba

  2. Oi Bel!!
    Pensei primeiramente em levar uma caixinha térmica com as porções do feijão para os dias bem certinhos…não seria muito…e manter com gelo sempre…
    O problema é que ela só come bem, quando tem feijão!! :((
    Também pensamos em levar uma panela elétrica de pressão + o feijão…daí conseguiriamos cozinhá-lo no quarto do hotel….
    O que tu achas melhor?
    Outra pergunta…frutas, encontramos com facilidade, banana, mamão, etc?

    Abraço,
    Nívera

    • Oi Nívera,

      A caixinha térmica vc vai ter que trazer mesmo porque a geladeira do hotel é mínima, mal cabe um litro de leite. Acho melhor a panela elétrica porque periga eles tomarem o feijão cozido no aeroporto. Aqui encontra-se frutas com facilidade.

      Um abraço.

  3. Bel.

    Acabei de falar com um amigo que viajou com o menino de 1 ano e meio para Orlando e levou toda comida dele processada e congelada, dentro de caixa térmica/mala.
    Declarou que estava levando e não teve nenhum problema na alfândega.
    Como a alimentação não estará in natura, achas que poderei fazer também ao viajar para aí?

    Abraço,

    • Eu nunca tentei entrar com comida congelada, não saberia responder. Mas eu não sei onde vc guardaria essa comida, Nívera. Nos quartos que não tem cozinha completa, no frigobar mal cabe um litro de leite. A sua filha ainda não come comida da família? Acho que até outubro ela já poderia se acostumar.

      Um abraço

  4. Olá Bel.

    Primeiramente parabéns pelo seu blog, muito informativo!!
    Estou com viagem marcada para outubro deste ano, com meu marido e filhinha com menos de 2 anos.
    Estou bem preocupada com a alimentação da nossa pequena, já que fizemos a bobagem de não reservar quarto/hotel com cozinha completa.
    Encontro com facilidade comidas/restaurantes parecidas com as daqui no Brasil?

    Abraço,

    • Oi Nívera,

      Obrigada! :)
      Aqui vc encontra comida de todo o tipo, depende do que a sua filha come. Feijão esquece, porque não tem mesmo, mas arroz, carnes, massas e saladas são bastante fáceis de encontrar.

      Um abraço

      Um ab

  5. Ei Bel…..todos os restaurantes tem essa opção early bird?? Vc tem indicações de alguns com esta opção??
    BJo

    • Oi Crislaine, nem todos os restaurantes tem essa opção, mas a grande maioria tem sim. O truque é chegar antes das 19h e perguntar. Outro dia fomos ao The Promenade e os garçons já vieram com o menu normal (chegamos umas 18:50h). Então perguntamos se havia o early bird e eles trouxeram o menu. Saiu $24 por pessoa, uma verdadeira pechincha porque tinha 3 pratos mais a sobremesa. Adoramos!

      Ainda estamos nos especializando nos early birds, mas em breve vou voltar com outras recomendações, ok? 😉

  6. Oi Bel, tudo bom?

    Anotei todas as suas indicações de restaurantes deste post e nos comentários anteriores, mas eu ainda queria te fazer uma pergunta:

    Você recomenda algum restaurante bom que atenda delivery? Principalmente para a janta…

    Como vou estar com minha filha pequena, nem sempre é possível sair para um jantar demorado todos os dias.

    Obrigado pela ajuda!

    Vinicius

    • Oi Vinicius,

      Delivery os restaurantes não costumam fazer, mas com criança pequena vc pode ir mais cedo e aproveitar os menus early bird, que saem beeem mais em conta. O early bird costuma ser antes das 19h, normalmente a partir das 17:00 ou 17:30. Sexta-feira passada fomos jantar no Taste of Belgium, que é famoso por ser caro (tínhamos ganhado $30 de gift certificate dos meus sogros de aniversário de casamento). Daí até brincamos dizendo que o certificado ia pagar as sobremesas. Chegamos uns dez minutos antes das 19h e tivemos a grata surpresa de saber que ainda podíamos escolher do menu early bird. :)
      Ficamos super felizes porque no menu tinha 2 opções de entrada, 2 opções de prato principal e 1 sobremesa. Tudo por $27! E ainda tivemos outra surpresa: antes das 19h, eles oferecem qualquer bebida 2×1.
      Então se você acha que um jantar tarde não vai rolar, eu entendo. Minha filha até os 4 anos dormia lá pelas 19h, no máximo 19:30h, ainda mais depois de um dia inteiro na praia. A melhor opção para vc vai ser ir para os restaurantes já de olho no early bird menu, que vc vai comer bem por um preço melhor ainda.

      Abraço!

  7. Bel,
    Em Aruba é comum dividir pratos ou posso considerar os preços dos menus como sendo para uma pessoa?

    • Não é comum dividir pratos não, se for grande o suficiente para ser dividido, vai estar especificado no menu.

  8. Boa noite!!!! Como vai Bel, gostamos muito de seu Blog!!!! Vamos agora no dia 12 de abril pra Aruba, eu minha mulher e um casal de amigos, ficaremos no hotel Westin em Palm Beacth, e gostaríamos de saber sobre os restaurantes e os preços, se os mais bem freqüentados e conceituados da Ilha!!!! Muito obrigado pela sua atenção! Att João Sismeiro.

    • Oi João Luis! Aqui nesse tópico eu já falei bastante da minha experiência com restaurantes, mas deixa eu ver se eu entendi sua pergunta: vc está a fim de uma experiência gastronômica, sem importar muito o preço e gostaria de saber os melhores, é isso?

  9. Olá Bel,

    Vi que vc é muito conhecedorar de Aruba. Eu e minha esposa vamos pra lá em abril, poderia nos dar umas dicas?
    Gostamos de frutos do mar, principalmente comidas de Aruba (comidas internacionais comemos aqui em SP mesmo):)

    Obrigado, de verdade:)

    • Oi Roberto, posso sim. Para comida arubiana, vc tem duas opções: o The Aruban Chef, que é mais simples e caseiro e o Papiamento que é mais sofisticado. Ambos são bons, mas o Papiamento é bem mais chique, fica num edifício histórico, considerado monumento nacional, já ganhou prêmios internacionais, etc. O The Aruban Chef é um que minha família costuma frequentar, muito bom também.

      Para peixes e frutos do mar, é muito legal conhecer o Driftwood, cujo dono é pescador e também leva os clientes que querem para passeios de pesca. Tem um outro de peixes que meu marido foi com colegas de trabalho e gostou muito, chama-se Marandi.

      Obrigado nada, pode ir trazendo um suco maguary na mala, kkk. Brincadeirinha. 😉

  10. Pingback: Cinco dicas para o fim de ano em Aruba - Aqui em ArubaAqui em Aruba

  11. Pingback: Minha comemoração de aniversário | Aqui em ArubaAqui em Aruba

  12. Pingback: Aqui em Aruba: Táxi em Aruba - tintim por tintim

  13. Oi, Bel. Acabo de descobrir o blog e pretendo explorá-lo bastante, já que chego a Aruba no final do mês. Com relação à alimentação, queria uma dica especial. Meu filho é celíaco (tem rígida restrição ao consumo de glúten). Poderia me dar referência de restaurantes e de lojas/supermercados aonde eu possa encontrar produtos especializados? Cogito levar alguma coisa do Brasil, sabe dizer se há restrição de entrada de alimentos na ilha?
    Obrigada.
    Denise

    • Oi Denise, nos supermercados grandes (Ling & Sons e Kong Hing) eu já vi seções com produtos para celíacos sim. Já nos restaurantes eu não sei, mas eu mesma consumo pouquíssimo carboidrato e açúcar, não por doença, mas porque acho que não faz bem e eu acabo sempre pedindo alguma opção que tenha só carne e verduras. E eu não costumo ter problema em encontrar. Mas eu entendo que a restrição rígida envolve critérios mais rigorosos.

      Em qual hotel você vai ficar? Acho que os hotéis, como recebem um público tão diversificado, sabem informar melhor que restaurantes estão preparados para esse caso específico. Acho recomendável você escrever para eles.

      Quanto a alimentos, não se permite a entrada de alimentos frescos, como carne.

  14. Oi Bel,

    Eu gosto muito da “Cooks” que e a comida fina estilo Arubiano de preco medio a medio alto mais nao decepciona nunca tambem.
    Uma das melhores restaurantes da ilha que ganha medalhas culinarias de primer lugar no regiao Caribense e o “Papiamento”: e carro mais vale cada centimo.
    Finalmente, no caso busque se uma experenca bem local, eu recomendaria o Zeerover, ubicado na beira mar em Savaneta, antigamente a primera capital da ilha, onde praticamente o peixe sai do mar pra o prato. E economico y muito basico. Para os que queren o mesmo mais num “setting” mais romantico y de cocina fina, ha uns 100 metros da Zeerover fica o “Flying fishbone”. Cuide: e da categoria de preco do Papiamento.
    Sunchi, dushi :)

  15. Oi Vicente, obrigada pela visita!

    Quanto ao portunhol, não se preocupe, o número de brasileiros aumentou muito no último ano e agora as pessoas já se viram para atender esse público. Além do que, querendo vender, eles entendem até russo, hehehe.

    Com uma criança pequena, eu acho que vale a pena ficar num hotel que tenha cozinha completa, porque daí fica fácil ir ao supermercado e ter a coisas que ela está acostumada a comer e, se precisar, fazer uma soneca depois. Quanto à criança maior, é bem fácil, já que ela já pode aproveitar todos os tipos de passeios.

    Restaurantes tem para todos os gostos, cuidado com o ar-condicionado, eu já comentei isso num post. Tem muitos pais que não trazem casacos para os filhos e as crianças gripam acabando com a graça da viagem.

  16. Olá,
    Parabéns pelo excelente blog, já li quase tudo! E te confesso que é um dos mais completos sobre Aruba. Tenho marcada uma viajem para Aruba/Curaçao no final de Junho e usado teu blog como “guia de viajem”… na parte de alimentação , por viajar com meus filhos ( 09 e 02 anos), é a que mais nos preocupa, dai já pensamos em alguns que informastes acima.. Agora te pergunto se com um espanhol “más o menos” eu me viro bem nos restaurantes??

  17. Dushi Bel,

    Adorei seu blog! Subi agora um post com links para seus posts sobre o Carnaval de Aruba.

    A respeito desse assunto restaurantes-Palm Beach, e vestindo a carapuça 😀 , deixe-me dizer o porquê de eu engrossar o coro dos generalizadores que dizem que Eagle é um deserto de vida noturna e gastronômica.

    Para a imensa maioria dos turistas brasileiros que escolhem Aruba, Palm Beach proporciona a experiência mais redondinha. Você sai do hotel a pé e está numa rua animada, onde as opções se sucedem lado a lado.

    Para se hospedar em Eagle Beach, sem optar pelo all inclusive, o turista precisa ter bastante iniciativa e ser fuçador. Não é a característica do brasileiro que vai a Aruba, nem do que cai de pára-quedas pelo Google lá no site 😀

    Acho — e daí é opinião pessoal, da qual você certamente vai discordar, porque mora aí e conhece tuuuudo — que pro turista mais independente e saidinho, Curaçao oferece mais alternativas descoladas sem estarem escondidas.

    Mas aí está uma grande oportunidade pro seu blog, que já é sensacional: mostrar pra gente essa Aruba mais autêntica e menos americanizada, que não está à vista de quem fica em Palm Beach. A partir de dicas como as suas um turista mais antenado vai curtir ainda mais Aruba.

    Conte comigo pra divulgar lá os posts das suas revelações :-)

    bjs!

    • Obrigada pela visita e pela divulgação, Ricardo. :)

      Eu sei que a generalização decorre da experiência de turista, por isso já assumi como meu trabalho dar outro ponto de vista ;).

      Estou trabalhando uma reformulação do blog para tenha informação para todo tipo de turista, afinal já me perguntaram desde horário de missas a preços de condomínios à beira-mar.

      Avise quando for voltar a Aruba para tomarmos um café, quem sabe você não muda de idéia a respeito de Eagle Beach e Oranjestad?

      Cumindamento!

  18. Olá Bel,
    muito legal seu blog. Creio ser o que tem mais informacões sobre a ilha que achei na net. Porém, não sei se pode me ajudar, mas precisava de mais algumas informações sobre Aruba.
    Recentemente recebi uma proposta para trabalhar em Aruba com um salário de 2 mil dolares, algo inferior ao que ganho no Brasil, mas penso na hipótese pela qualidade de vida que posso vir a ter.
    Com esse salário, é possivel ter uma vída comparável a classe média no Brasil? Por exemplo: qto custa um carro ou uma moto? qto pagaria de aluguel em um apartamento como descrito em um dos seus posts?
    Li também que ar condicionado é uma coisa fundamental ai, porém o custo da energia é muito caro. O que mais poderia relacionar como caro e barato comparando ao Brasil?
    Desde já, muito obrigado!

  19. Nossa, acabei de conhecer o blog e já li vários posts, vi várias fotos! Tenho dois amigos que já passaram uma semana em Aruba e um em especial se apaixonou! Até estudado papiamento ele tá, e já fala algumas coisas…

    Tenho um blog que tem certa convergência com o seu, também mostra fotos tiradas no dia-a-dia, só que de carros interessantes, de preferência antigos! Sou do Rio, mas recebo muita foto de vários estados e até de outros países. Não posso contribuir com fotos bacanas pro seu blog, mas se você encontrar alguns carros legais aí e fotografar, eu amaria receber e postar as fotos! Aí é um lugar ímpar, não tenho dúvidas!

    Meu blog é esse daqui: http://essealeumafoto.blogspot.com

    Um beijo!

    • Então Lu. O problema é que comida local já comemos muito: casa da minha sogra, um monte de festas de família, casa de amigos. Daí quando saímos procuramos uma coisa diferente. Eu me lembro de 3 restaurantes de comida arubiana, mas não conheço nenhum. O mais chique é o Papiamento, construído numa mansão de quase 150 anos, restaurada. Ele tem pouquíssimas mesas e só funciona com reservas. Tem o Shoenchi’s inaugurado faz menos de 1 ano, no Radisson. Não tenho nenhuma referência dele. E tem um mais simples e tradicional, chamado The Aruban Chef. Temos muitos amigos que já foram e adoram. Falha nossa ainda não ter ido. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *